SEG 10 DE DEZEMBRO DE 2018 - 07:13hs.
Na região de Extremadura

Veterano da Disney vai construir mega-resort de US$ 3,5 bi com cassino na Espanha

O ex-vice-presidente da Disney, John Cora, anunciou que sua empresa de desenvolvimento Cora Global construiria um mega resort de US$ 3,5 bilhões na região espanhola de Extremadura. A propriedade ocupará uma área de 1.200 hectares na cidade de Castilblanco. O mega resort contará com um cassino, opções de entretenimento e uma pista de Fórmula 1, entre outras instalações.

Notícias surgiram nesta semana de que a empresa de desenvolvimento imobiliário de Cora está pretendendo construir um resort integrado na região de Extremadura. A implementação do projeto se tornou possível a partir de uma lei regional recentemente aprovada, a Ley Extremeña de Grandes Instalaciones de Ocio (LEGIO), que oferece incentivos fiscais para locais de jogos que são estabelecidos como parte de grandes projetos de desenvolvimento.

Durante uma conferência de imprensa, Cora, juntamente com o presidente de Extremadura, Guillermo Fernández Vara, forneceu mais detalhes sobre o projeto multibilionário.

Emprestando da mitologia grega, Cora e sua empresa pretendem desenvolver um verdadeiro paraíso em 1.200 hectares. O projeto do resort integrado será realizado em duas fases. Agora que Cora recebeu a aprovação do governo de Extremadura, espera-se que o trabalho de construção da primeira fase comece dentro dos próximos seis meses. Os desenvolvedores estão visando a conclusão da primeira fase em 2023. Espera-se que a segunda fase seja finalizada até 2028.

A primeira fase da Elysium City terá um campo de golfe de 18 buracos, um estádio de futebol com capacidade para 40.000 espectadores, hotéis de três e cinco estrelas, um cassino, uma pequena marina, um parque aquático e um parque temático, entre outras comodidades. Cora disse ontem que investiria cerca de US$ 1,5 bilhão na primeira fase de seu ambicioso projeto. Espera-se que o estágio original do plano crie cerca de 15.000 novos empregos. Ainda não há informações sobre quem vai operar a parte do cassino do mega resort.

O montante de US$ 2 bilhões será gasto na segunda fase e envolverá a construção de mais hotéis, torres residenciais, ilhas flutuantes, uma marina maior, um centro de convenções, uma pista de Fórmula 1, entre outros. Como mencionado anteriormente, a construção deverá ser concluída em 2028. A segunda fase criará entre 40.000 e 50.000 novos empregos, de acordo com as projeções iniciais.

Fonte: GMB