QUA 24 DE ABRIL DE 2019 - 03:38hs.
42% foram gerados pelas apostas 

Atividades não-jogo estimulam receitas de Nevada

Um novo relatório divulgado recentemente mostra que os cassinos da Nevada geraram US$ 1,6 bilhão em relação à receita total de US$ 26,2 bilhões no ano encerrado em 30 de junho de 2017, com uma parcela desse resultado gerada pelas salas, restaurantes, bares e outros elementos do negócio. Os cassinos da Las Vegas Strip ganharam US$ 814 milhões e geraram um GGR de US$ 17,8 bilhões.

As estatísticas compiladas no relatório anual da Gambling Abstract mostram que os maiores cassinos de Nevada finalmente viraram a esquina da rentabilidade, mas surpreendentemente não apenas pelo crescimento do jogo.

Eles geraram US$ 1,6 bilhão em relação à receita total de US$ 26,2 bilhões no ano encerrado em 30 de junho de 2017, com uma parcela desse resultado gerada pelas salas, restaurantes, bares e outros elementos do negócio.

De acordo com o relatório, 72,5% da receita total de jogo foi gerada pelos 62 cassinos operados por empresas de capital aberto. Mas, em termos de gastos gerais, apenas 42,4% provêm do próprio jogo.

No geral, a renda dos 272 cassinos de Nevada superou 59% mais do que o alcançado no período financeiro anterior, enquanto a receita foi adotada em 3,7%. 

Este segundo aumento consecutivo na receita, segue um sombrio período de sete anos de perdas líquidas. Os cassinos da Las Vegas Strip ganharam US$ 814 milhões e geraram GGR de US$ 17,8 bilhões. O resultado foi um salto nos lucros de 191,4% em relação a 2016. 

As estatísticas mais reveladoras foram tiradas da strip de Las Vegas, onde as receitas de jogos de azar representaram apenas 34% da receita total. A Gambling Abstract informou que esta foi a porcentagem mais baixa já registrada para o jogo. 

Restaurantes, bares e outros itens combinados representaram 57,6% da receita total, a maior participação combinada já registrada pelo relatório. 

Fonte: GMB / Casino-review.co