QUI 15 DE NOVEMBRO DE 2018 - 20:01hs.
Declaração de Ewa Bakun

Clarion sublinha a importância da GiGse após a decisão da SCOTUS

A chefe de visão e engajamento da Clarion Gaming, Ewa Bakun, acolheu a decisão da Suprema Corte sobre o caso Murphy vs. NCAA como um ponto de partida para a legalização das apostas esportivas em todos os 50 estados dos EUA antes do evento GiGse e Sports Betting USA, o primeiro evento dedicado exclusivamente ao desenvolvimento de apostas esportivas no país.

A decisão do tribunal sobre o caso determinou que a proibição federal de apostas esportivas, conforme estabelecido pela Lei de Proteção ao Esporte Profissional e Amador de 1992 (PASPA), é inconstitucional, o que poderia resultar na legalização de apostas esportivas em todos os 50 estados no futuro. O resultado da decisão terá um papel importante na GiGse deste ano, com a agenda do evento definida para apresentar legisladores-chaves, operadores e tomadores de decisão do setor de esportes discutindo todo o setor, desde clientes e produtos até a implementação de opções e adoção de dispositivos móveis e online.

Comentando sobre a decisão, Bakun disse: “Estamos aguardando ansiosamente o resultado deste caso e apoiando a decisão que é definida para inaugurar uma nova era de apostas nos Estados Unidos. Essa importante notícia vem a poucas semanas da GiGse e com um foco tão forte em apostas esportivas, em Nova Jersey e na futura aplicação de apostas esportivas nos EUA, que nossa agenda reflete verdadeiramente a reputação de evento imperdível para todos os profissionais de jogo sênior que querem alcançar a América do Norte".

Ela continuou: “Sabemos através de nossos eventos que esta decisão será bem recebida pelas principais partes interessadas do setor que têm buscado transparência, integridade, proteção ao consumidor, educação e regulamentação sustentável, conforme estabelecido no Acordo Clarion, estipulado após o pensamento inaugural e prospectivo da Sports Betting USA do ano passado. A declaração da AGA coincide com isso e esperamos trabalhar com a associação ao lado de legisladores e operadores de todo o país para discutir o futuro e ajudar os setores esportivo e de apostas a promover mudanças e oferecer uma indústria regulada que proteja os interesses do consumidor e a integridade do esporte.”

“A indústria de jogos da América do Norte está em um momento muito emocionante e, conforme mais e mais tomadores de decisão exijam insight e informações adicionais para este novo setor, nos esforçaremos para oferecer os palestrantes mais atualizados e oportunidades de aprendizado e networking no GiGse e na Sports Betting USA como as possibilidades que surgirão como resultado desta decisão", concluiu Bakun.

Fonte: GMB