TER 18 DE JUNHO DE 2019 - 09:37hs.
Segundo analistas

Primeiro Resort Integrado do Japão será inaugurado em 2026

Apesar do forte desejo de Osaka de abrir seu IR de Yumeshima em 2024, uma nova pesquisa da Global Market Advisors prevê que esse objetivo é ambicioso demais e, de fato, os primeiros IRs japoneses não poderão abrir suas portas antes do início de 2026. 'Isso por causa dos desafios que enfrentaria qualquer estrutura desta magnitude sendo construída em qualquer parte do Japão”, diz o relatório.

“Mesmo sob o cronograma mais agressivo”, afirma o relatório, “teria sido um desafio abrir um IR em Yumeshima até 2025, caso fossem concedidas uma das três cobiçadas licenças. Isso por causa dos desafios que enfrentaria qualquer estrutura desta magnitude sendo construída em qualquer lugar no Japão. Só o processo ambiental do país levará de 20 a 24 meses para ser concluído”.

Além disso, acrescenta: “Os principais resorts integrados geralmente exigem 34 a 40 meses para serem construídos. No total, o cronograma de desenvolvimento completo provavelmente vai de 54 meses a mais de 64 meses. Até a redação deste documento, há 67 meses até o início de 2025. Como tal, as licenças teriam que ser concedidas dentro dos próximos 12 meses para ter uma chance de abrir um resort integrado completo que esteja pronto para ser lançado em 2025".

Por outro lado, o relatório prevê que o atraso do governo nacional em estabelecer o marco regulatório necessário não será tão longo quanto alguns observadores temem. Espera-se que o Conselho de Administração de Cassino ainda seja estabelecido antes do final deste ano e que o Ministério de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo publique suas diretrizes no início de 2020.

Para o futuro, o relatório da Global Market Advisors prevê que os governos locais selecionarão seus parceiros operadores de IR no início de 2021, três locais candidatos serão licenciados em meados de 2022 e que a construção real ocorrerá no período de 2023-2026.

Fonte: GMB / AG Brief