SÁB 21 DE SETEMBRO DE 2019 - 17:05hs.
Coljuegos

Regulador colombiano permitirá jogos virtuais para operadoras on-line

O regulador de jogos colombiano Coljuegos espera permitir jogos virtuais. A modificação do seu regulamento de jogos de 2016 está aberta a comentários de membros da indústria. Os operadores poderão adicionar jogos virtuais ao portfólio de jogos já existentes, pois é necessária apenas uma simples alteração às leis de jogo on-line da Colômbia.

Entre os desenvolvimentos mais importantes refletidos no projeto para modificar a regulamentação dos jogos on-line, está a incorporação do jogo virtual. O rascunho das modificações da lei ocorre depois que a Coljuegos levou em consideração a solicitação apresentada por diferentes membros do setor para abrir o mercado para novos jogos.

Como resultado, o conselho analisou como os jogos virtuais são regulamentados em países como Itália, Espanha, Reino Unido e Nigéria para revisar sua viabilidade e garantir que esses jogos sejam efetivamente enquadrados na definição e nas características estabelecidas na lei colombiana de jogos.

Os operadores poderão adicionar jogos virtuais ao portfólio de seus jogos já existentes, pois é necessária apenas uma simples alteração às leis de jogo on-line da Colômbia. Os operadores poderão oferecer apostas em eventos esportivos virtuais e pré-gravados. No entanto, não serão permitidas apostas em jogos virtuais ou em números virtuais.

A Colômbia foi o primeiro país da América Latina a aprovar uma lei abrangente sobre jogos on-line. Desde a aprovação da lei em 2016, a Coljuegos já concedeu 17 licenças de jogos online. Empresas locais e estrangeiras agora oferecem seus serviços online.

O mercado mostrou um rápido crescimento refletindo o potencial de um mercado bem regulamentado em outras jurisdições e agora existem mais de 1,9 milhão de jogadores online registrados em todo o país.

Em agosto, o conselho anunciou que a receita de jogos online aumentou mais de 60%, gerando receitas significativamente maiores para o governo nos primeiros seis meses deste ano. A partir de junho, as receitas reportadas pela Coljuegos atingiram US$ 96,7 milhões, que serão utilizados para ajudar a subsidiar o sistema de saúde colombiano.

Fonte: GMB / G3 Newswire