DOM 31 DE MAIO DE 2020 - 12:54hs.
A partir de 14 de abril

Apostas com cartões de crédito serão proibidas no Reino Unido

A UK Gambling Commission disse que as pessoas serão proibidas de usar cartões de crédito para fazer apostas. A medida, que começa em 14 de abril, vem após análises da indústria pela comissão e pelo governo, que mostram que um total de 24 milhões de adultos no Reino Unido jogam, com 10,5 milhões de usuários online. Uma pesquisa de comissão separada mostra que 22% dos jogadores online que usam cartões de crédito são classificados como jogadores problemáticos.

Neil McArthur, chefe-executivo da Gambling Commission, disse: "O jogo com cartão de crédito pode levar a danos financeiros significativos. A proibição que anunciamos hoje deve minimizar os riscos de danos aos consumidores por jogarem com dinheiro que não possuem”.

A Ministra da Cultura Helen Whately comentou: "Enquanto milhões jogam com responsabilidade, eu também conheci pessoas cujas vidas foram viradas de ponta-cabeça pelo vício em jogos de azar. Há evidências claras de danos por parte dos consumidores que apostam com dinheiro que não possuem, por isso é absolutamente certo que agimos decisivamente para protegê-los”.

A proibição será aplicada a todos os produtos de jogo online e offline, exceto nas loterias que são geridas por boas causas. Essas loterias deverão fornecer uma camada significativa de proteção adicional às pessoas vulneráveis.

A comissão disse que os ingressos para essas loterias, assim como para a Loteria Nacional, podem ser comprados com cartão de crédito em supermercados e bancas de jornal, desde que comprados com outros produtos.

De acordo com os novos regulamentos, todos os operadores de jogos online deverão participar do esquema de autoeexclusão de Gamstop e oferecê-lo a todos os clientes a partir de 31 de março. As pessoas que se inscreverem na Gamstop são impedidas de usar sites e aplicativos de jogos de azar britânicos por um período de tempo escolhido.

Brigid Simmonds, presidente do Betting and Gaming Council (BGC), disse que o órgão do setor "acolheu" fortemente o requisito de todas as companhia se juntarem à GamStop.

Adam Bradford, co-fundador do Safer Online Gambling Group, disse que, embora a proibição de cartão de crédito seja "bem-vinda", "não é uma bala de prata para resolver o problema, pois a indústria do jogo ainda precisa melhorar em muitas áreas - por exemplo, realizando melhores verificações de acessibilidade nos jogadores e tendo mais cuidado com sua publicidade”.

Fonte: GMB / BBC News