VIE 10 DE ABRIL DE 2020 - 15:40hs.
Garantiu salário de 6.000 funcionários por um mês

Grupo Caliente interrompe operação de 40 cassinos no México

Ao cumprir com responsabilidade as instruções dos governos estaduais em seu esforço para limitar a disseminação do COVID-19, o Grupo Caliente suspendeu temporariamente as atividades em 40 de seus estabelecimentos em Sonora, Nuevo León, Cidade do México, Sinaloa, Estado do México e Baja California. A empresa informou que garantirá aos seus 6.000 funcionários o pagamento dos seus salários por um mês.

Jorge Hank Rhon, Presidente do Conselho de Administração do Grupo, explicou que o fechamento temporário começou em 16 de março no cassino de Nogales, em Sonora.

Na Baja California, na semana passada, a Prefeitura de Mexicali ordenou o fechamento dos estabelecimentos por um período de 42 horas, após o que mandou que a operação fosse reduzida para 12 horas todos os dias da semana, uma indicação que foi cumprida desde o domingo passado.

"No entanto, a partir das 00:00 horas da quarta-feira, suspendemos as atividades nos 29 espaços que temos na Baja California como uma medida implementada pelo governo do estado por indicações das autoridades de saúde da entidade", contou o executivo.

O gerente acrescentou que apenas o cassino de Morelia está aberto ao público e eles estão esperando o que o governo dessa entidade determina a esse respeito.

Hank Rhon enfatizou que a empresa responderá a seus 6.000 funcionários com pagamento pontual dos seus salários por um mês, sem prejuízo para sua economia.

Fonte: GMB / El Horizonte (México)