LUN 30 DE MARZO DE 2020 - 10:40hs.
Em troca de ações da empresa

Wynn reduz salário dos principais executivos para pagar funcionários

A Wynn Resorts, uma das principais operadoras de cassino dos EUA, garantiu uma redução voluntária de salários, variando entre 33 e 100%, do seu conselho de administração pelo restante do ano em troca das ações da Wynn. A economia em dinheiro será usada para pagar os salários dos funcionários e outras despesas enquanto os cassinos estão fechados devido à crise do coronavírus.

A medida faz parte do "plano estratégico do grupo para navegar pela crise financeira causada pela pandemia de Covid-19", afirmou Wynn Resorts em um comunicado por escrito esta semana.

A empresa anunciou na semana passada que pagaria a todos os seus funcionários, incluindo as gorjetas médias, depois de fechar seus resorts em Boston e Las Vegas.

Segundo o documento, o executivo-chefe do grupo, Matt Maddox, concordou em renunciar a 100% de seu salário em troca de ações pelo restante do ano. Na segunda-feira, a Maddox recebeu 32.071 ações da Wynn Resorts, segundo um documento regulatório.

No comunicado da empresa, Wynn Resorts disse que as economias em dinheiro decorrentes das reduções salariais executivas "serão usadas para compensar a folha de pagamento dos funcionários em andamento e outras despesas". A empresa não divulgou a quantia esperada de economia de sua última medida.

O Wynn Resorts disse em 15 de março que fecharia suas propriedades em Las Vegas por duas semanas para conter a propagação do vírus, mas após esse anúncio o governador de Nevada ordenou que os cassinos no estado fechassem por pelo menos 30 dias.

Fonte: GMB