MAR 24 DE NOVIEMBRE DE 2020 - 02:45hs.
COVID-19

Macau testa 4.000 trabalhadores de cassino por dia

As autoridades de Macau estão testando cerca de 4.000 trabalhadores por dia para a COVID-19 depois que o governo impôs medidas mais rígidas para garantir a segurança. As novas regras entraram em vigor dia 15 de julho e exigem que qualquer pessoa que adentre um cassino precisa apresentar um teste negativo de coronavírus e precisará passar por verificações de temperatura corporal e exibir um código de identificação de saúde.

O Departamento de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ) disse em nota no fim de semana passado que intensificaria suas verificações para garantir o cumprimento das novas medidas.

O chefe do Departamento de Jogos e Inspeção do DICJ, Vong Chi Fu, e o coordenador do Centro de Serviços de Saúde para Prevenção e Controle de Doenças (SSM), Lam Chong, realizaram inspeções em conjunto nos cassinos.

O DICJ também está exigindo que os cassinos instalem máquinas de verificação da temperatura corporal em todas as 400 entradas das propriedades de Macau, além de 47 para funcionários.

O regulador disse que continuará realizando reuniões regulares com as concessionárias para garantir o cumprimento e discutir a situação em evolução.

Macau está agora livre da COVID após a alta do último paciente restante na sexta-feira passada. A região teve um total de 46 casos e nenhuma morte. Seus casos mais recentes foram importados.

Fonte: Asia Gaming Brief