MIÉ 25 DE NOVIEMBRE DE 2020 - 02:26hs.
Relatório trimestral

Kambi destaca resiliência ao lidar com os impactos do COVID

Ao divulgar seu relatório do segundo trimestre, o Kambi Group apontou que a pandemia, combinada com o fechamento temporário dos cassinos dos EUA, resultou em 'um efeito maior na filial da Kambi voltada para os EUA em relação a outras regiões'. Mas elogiou a “resiliência” da empresa ao lidar com os impactos da COVID-19. 'Embora muita atenção esteja no mercado dos EUA, a América Latina também possui um grande potencial para a Kambi', disse Kristian Nylén, CEO da empresa.

A receita do trimestre foi de 32%, passando de € 21,6 milhões no segundo trimestre de 2019 para € 14,8 milhões, enquanto o EBITDA caiu para € 3,4 milhões, abaixo dos € 2,5 milhões no mesmo trimestre do ano passado.

O CEO da empresa, Kristian Nylén, disse: “Depois do que, sem dúvida, foi um período de testes para Kambi, como aconteceu para todos em nosso setor, estou orgulhoso da resiliência e da força subjacente que exibimos nos últimos meses, o que é um bom presságio para o nosso futuro”.

“Dado o impacto da pandemia no calendário esportivo, gerar 68% da receita do trimestre comparativo do ano passado é uma grande conquista. Além disso, a rotatividade de operadoras acelerou durante o período, terminando com um crescimento ano a ano em junho, o que me diz que estamos no caminho certo como empresa e bem posicionados para a segunda metade de 2020 e além ”, acrescentou Nylén.

“Nossa capacidade de navegar com sucesso pela crise da COVID-19 foi sustentada pela contribuição excepcional de nossa incrível equipe em todo o mundo, que continuou a prestar um serviço fantástico aos nossos parceiros e usuários finais durante esses tempos difíceis”, concluiu.

De acordo com o estudo do segundo trimestre, os EUA e a América Central tornaram-se um alvo importante para a Kambi, pois sua dependência geográfica do mercado europeu diminuiu de 77% no segundo trimestre de 2019 para 73%.

"Enquanto muita atenção está no mercado dos EUA, o mercado latino-americano também possui um grande potencial para a Kambi", disse Nylén também.

“Embora os desafios permaneçam e um elemento de incerteza persista, os últimos meses provaram que o Kambi pode superar os testes mais difíceis e emergir do outro lado mais forte. Com o esporte voltando gradualmente e nossos parceiros ambiciosos desejando recuperar o tempo perdido, estamos prontos para uma emocionante segunda metade do ano", concluiu.

Fonte: GMB