DOM 25 DE OCTUBRE DE 2020 - 02:58hs.
Plano de cassino no Japão ainda está em andamento

Wynn Resorts fecha escritório em Yokohama devido à crise de COVID-19

Wynn Resorts fechou seu escritório em Yokohama depois que a pandemia de coronavírus causou atrasos no cronograma do Japão para a concessão de até três licenças de cassino. A companhia disse que, apesar dessa decisão, continua interessada em desenvolver um resort integrado na cidade como parte do esforço do Japão para introduzir jogos de cassino no estilo de Las Vegas e Macau em uma tentativa de impulsionar o turismo internacional.

Wynn disse em comunicado neste domingo que a crise da saúde de coronavírus "está tendo um impacto negativo sem precedentes no desenvolvimento integrado de resorts, e empresas de resorts como Wynn estão pensando em como evoluir nossas operações para se alinhar com um mercado pós-pandemia".

A companhia também observou que, em longo prazo, continua interessada no Japão e “monitorará a situação de perto” e que buscará expansão nesse mercado nascente no futuro.

O anúncio de Wynn ocorre logo após surgirem relatos de que o governo japonês adiou a publicação de uma política básica nacional de resorts integrados para agosto ou mais tarde. Acredita-se que a necessidade de adicionar protocolos para conter a disseminação do coronavírus na estrutura tenha forçado o atraso.

Previa-se que a política fosse publicada no final de julho. Agora, o atraso provavelmente afetará toda a linha do tempo do governo para conceder até três licenças de jogos para os primeiros resorts integrados do país com cassinos.

De acordo com os planos anteriores, esperava-se que as cidades/prefeituras interessadas em hospedar resorts-cassinos e seus parceiros operadores de cassinos pudessem solicitar licenças de jogos entre janeiro e julho de 2021. A abertura da do pedido de licença poderia agora ser adiada para mais tarde.

Fonte: GMB / Casino News Daily