JUE 22 DE OCTUBRE DE 2020 - 02:59hs.
Apesar de todas as restrições

WSOP Online quebra recordes no mercado norte-americano e distribui mais de US$ 26,8 milhões

Apesar de todas as restrições que os sites de pôquer ainda enfrentam nos Estados Unidos, a World Series of Poker Online registrou excelentes números em sua primeira edição. Segundo levantamento realizado pelo portal PokerIndustryPro, o festival distribuiu US$ 26.871.265 em prêmios, marca recorde entre os operadores que conseguiram a licença para voltar ao país. No total, o site WSOP.com, que é exclusivo para residentes nos estados de Nevada e de Nova Jersey, realizou 31 campeonatos, todos com o bracelete de ouro em jogo.

Em seis torneios a prize pool chegou aos sete dígitos. No desfecho da competição, o Evento #31: $1.000 NL Hold’em Championship atingiu a premiação de US$ 2.019.700 ao registar 2.126 entradas, sendo 1.455 delas únicas. Pela vitória, o desconhecido Nahrain “2Rivers” Tamero embolsou US$ 310.832.

Grandes nomes do pôquer optaram por jogar toda a WSOP Online, mesmo com o conflito de datas com a edição da série realizada no GGPoker. Ambos no Hall da Fama do Poker, Phil Hellmuth e Daniel Negreanu compareceram em peso, porém sem o sucesso de outros anos. Já os ex-campeões Tony Dunst e Joe McKeehen voltaram a ganhar a joia mais cobiçada do pôquer.

A ida da WSOP foi alvo de diversas críticas desde o anúncio do cronograma. Por conta das limitações do software utilizado no site WSOP.com, apenas torneios de NL Hold'em e PL Omaha foram realizados. Para vários profissionais, a série perdeu a sua principal característica, que é ser o único festival do mundo com grandes eventos de várias modalidades.

A ação na WSOP Online continua até o dia 6 de setembro no GGPoker. Até o momento, os organizadores não confirmaram se vai haver uma edição ao vivo da série.

Fonte: GMB / Card Player Brasil