VIE 30 DE OCTUBRE DE 2020 - 04:55hs.
Argentina

Casino de Tandil pode ser o primeiro a reabrir na província de Buenos Aires

O Casino de Tandil espera se tornar o primeiro estabelecimento de jogos a reabrir suas portas na província de Buenos Aires, com a companhia aderindo ao protocolo autorizado pelo Sistema Integrado de Saúde (SIS). 'As coisas estão difíceis há muito tempo, os trabalhadores do cassino estão passando por uma situação complexa, a pandemia apenas a expôs', comentou Juan Pablo Ibañez, membro do Sindicato dos Trabalhadores de Cassino.

Falando para La Voz de Tandil, Juan Pablo Ibañez, membro do Sindicato dos Trabalhadores de Cassino, disse que o cassino é o primeiro a receber aprovação do SIS para reabrir, mas agora deve obter a luz verde do Instituto Provincial de Loterias e Casinos (IPLyC) de Buenos Aires.

“As autoridades de Buenos Aires cumpriram as circunstâncias e os trabalhadores entenderam que não éramos uma prioridade no meio de uma pandemia e nesta difícil situação econômica. As coisas estão difíceis há muito tempo, os trabalhadores do cassino estão passando por uma situação complexa, a pandemia apenas a expôs”, disse ele.

“Temos que entender que a pandemia não é contemplada em uma lei, todos temos que fazer um esforço. Reconhecemos o trabalho das autoridades sindicais e o esforço do governador porque eles tinham uma grande predisposição, e o governo anterior nem nos permitiu ter qualquer tipo de conversa, eles nunca pegaram o telefone para conversar conosco”, Ibañez acrescentou.

Os funcionários do cassino, que estão com a metade de seus salários, fizeram campanha para que os cassinos reabrissem em julho. A Associação de Trabalhadores do Estado (ATE) destacou que as receitas do cassino contribuem para os programas estaduais, com 20% do imposto sobre jogos indo para o Ministério da Segurança, 20% para o Ministério da Educação e outros 25% para o Ministério do Desenvolvimento Social.

Somente serão permitidas máquinas caça-níqueis, localizadas a dois metros de distância, sendo proibida a entrada para maiores de 60 anos.

Fonte: GMB / G3 Newswire