MAR 19 DE ENERO DE 2021 - 06:47hs.
Complicações relacionadas ao tratamento do câncer

Sheldon Adelson, magnata e fundador dos cassinos em Las Vegas e Macau, morre aos 87

O fundador e líder visionário do Las Vegas Sands, Sheldon G. Adelson, faleceu ontem à noite aos 87 anos de complicações relacionadas ao tratamento de linfoma não-Hodgkin. Seu impacto na indústria será eterno. Em Las Vegas, Macau e Singapura, a visão de Adelson para resorts integrados transformou a indústria, mudou a trajetória da empresa que fundou e reimaginou o turismo em cada um desses mercados. Sempre teve o projeto de construir cassino-resorts no Brasil, país que já visitou algumas vezes. Um funeral será realizado em Israel, com um memorial separado planejado para Las Vegas.

Adelson foi o primeiro funcionário da Sands. Desde então, a empresa cresceu e hoje contrata 50.000 pessoas. "Seu impacto na indústria será eterno", disse a Las Vegas Sands.

O funeral de Adelson será realizado em Israel, local de nascimento de sua esposa, Dra. Miriam Adelson. Os planos para um memorial em Las Vegas, onde administrou os cassinos Venetian e Palazzo, serão realizados em uma data posterior.

O casal é amigo do presidente Donald Trump, que também possui um resort em Las Vegas. Trump deu à esposa de Adelson um prêmio da Medalha Presidencial da Liberdade em 2018 por estabelecer centros de pesquisa comprometidos com o combate ao abuso de substâncias.

Filho de pais imigrantes e criado em uma região pobre de Boston, Adelson deixou de ser um adolescente vendendo jornais em uma esquina e se tornou um dos empresários mais bem-sucedidos do mundo.

Suas realizações na indústria integrada de resort e hospitalidade são bem documentadas. Em Las Vegas, Macau e Singapura, a visão do Sr. Adelson para resorts integrados transformou a indústria, mudou a trajetória da companhia que fundou e reimaginou o turismo em cada um desses mercados.

Adelson fazia lobby para a reabertura dos cassinos no Brasil, defendendo o fim da proibição imposta em 1946. Em janeiro do ano passado, ele recebeu uma comitiva liderada pelo senador Flávio Bolsonaro e o presidente da Embratur, Gilson Machado, para uma reunião nos EUA. Em 2018, durante uma visita ao Rio e a Brasília, teve encontros com figuras como o então prefeito Marcelo Crivella.

O forte lobby surtiu efeito no governo, com figuras como o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, indicando apoiar o fim do veto. Até mesmo Bolsonaro, que durante a campanha chegou a dizer que os cassinos serviriam para "lavar dinheiro" e "destruir famílias" no Brasil, parece ter mudado de ideia. O assunto, no entanto, levanta questionamentos entre a base evangélica.

Seu impacto na indústria será eterno. Adelson foi o primeiro funcionário da Las Vegas Sands - "Membro da Equipe Número Um”, como ele gostava de dizer. Hoje, mais de 50.000 membros da equipe Sands têm o Dr. Adelson e toda a família Adelson em seus pensamentos e orações e são gratos por terem suas vidas tocadas por uma verdadeira força da natureza.

Quando a pandemia interrompeu as rotinas diárias e impactou drasticamente seus negócios, o Sr. Adelson foi inflexível para que nossos membros da equipe em todo o mundo continuassem a receber pagamento integral e benefícios de saúde, mesmo enquanto os edifícios em que trabalhavam estivessem fechados. Existem inúmeras outras histórias não contadas de seu calor e generosidade - esforços pelos quais ele nunca buscou reconhecimento ou publicidade e apenas responderia com um sorriso se questionado sobre eles.

Embora suas credenciais de negócios - tendo iniciado ou se envolvido em mais de 50 empresas diferentes - sejam inquestionáveis, sua dedicação à filantropia e o compromisso com sua família serão verdadeiramente seu legado. Ele fará falta para pessoas de todas as partes do mundo que foram tocadas por sua generosidade, bondade, intelecto e maravilhoso senso de humor.

A família Adelson pede privacidade enquanto lamenta a morte de Adelson. Um funeral será realizado em Israel, local de nascimento da Dra. Miriam Adelson, com planos para um serviço memorial realizado em Las Vegas a ser anunciado em uma data posterior.

Adelson e sua esposa, Miriam Adelson, são os maiores acionistas da Las Vegas Sands, controlando cerca de 58% das ações da empresa. Patrick Dumont, diretor financeiro do Las Vegas Sands, é casado com uma das filhas de Miriam Adelson.

Adelson, quando foi diagnosticado pela primeira vez com câncer, não participou das teleconferências de lucros trimestrais da empresa por um ano, mas nunca tirou formalmente uma licença médica. 

Las Vegas Sands revelou seu diagnóstico somente depois que o The Nevada Independent informou em 28 de fevereiro de 2019 que Adelson estava com a saúde debilitada e não poderia testemunhar em um processo civil de longa data em Las Vegas contra ele e a companhia.

“Estou extremamente emocionado com todas as ligações e e-mails que recebi nos últimos meses. É notável ouvir de tantas pessoas, incluindo muitos de vocês que se juntaram a nós hoje. Agradeço profundamente os votos de boa sorte e todos os que dedicaram seu tempo para me alcançar. Certamente significa muito”, disse Adelson em outubro de 2019 durante a teleconferência da empresa no terceiro trimestre.

Adelson, que atualmente ocupava o 19º lugar no ranking da Forbes 400 com um patrimônio líquido de US$ 35,9 bilhões, fundou o Las Vegas Sands depois de comprar um cassino Las Vegas Strip de mesmo nome em 1987.

A empresa opera cassinos em Las Vegas e Macau e tem uma capitalização de mercado de quase US$ 45 bilhões. Na Strip, o Sands da era rat pack foi demolido em 1997 e o local foi substituído ao longo dos anos pelo Venetian Palazzo e Sands Expo and Convention Center.

Adelson liderou a investida da indústria de jogo dos EUA em Macau, abrindo o Sands Macau em 2003. A empresa agora tem cinco propriedades no enclave do jogo chinês.

Fonte: GMB