JUE 15 DE ABRIL DE 2021 - 23:11hs.
Diretor de Novos Negócios para TV Global Enterprises

Fernando Garita discute abertura de mercados recentes na América Latina

No mundo dos jogos online, prevê-se que a região da LatAm seja o próximo grande mercado. Com uma população de cerca de 650 milhões em 20 países, existe um alto interesse entre os operadores de apostas online de todo o mundo em se tornarem parte da crescente indústria latino-americana. Fernando Garita, Diretor de Novos Negócios da TV Global Enterprises, sabe o que precisa ser feito para alcançar o sucesso na região e está ajudando de forma proativa a moldar o setor diariamente.

Betcris, uma empresa da TV Global Enterprises, foi uma das primeiras empresas a entrar no setor de jogos online na América Latina, reconhecendo desde cedo o potencial do mercado nascente. Consolidou suas operações para se tornar líder no mercado latino de games, trabalhando para superar os desafios que as operações multijurisdicionais enfrentam.

Garita explica: “Na América Latina, costuma ser esse o problema que muitas empresas europeias ou americanas cometem. Eles nos veem como um mercado e isso é totalmente o oposto. A América Latina tem alguns padrões de consumo semelhantes por região, como a região da América Central, mas também de um país para outro, e mesmo de uma região para outra dentro do mesmo país, encontramos gostos muito diferentes.”

A Betcris começou na América Latina, permitindo-se crescer a partir de dentro do mercado, ao invés de tentar entrar de fora. Como resultado, ela se estabeleceu como a pedra angular da indústria de jogos da América Latina. Por causa de suas raízes locais, Betcris ajuda rotineiramente a moldar políticas e criar uma resposta robusta capaz de se adaptar aos diferentes desafios regulatórios enfrentados pelas operadoras de jogos.

Existem inúmeras condições a serem atendidas ao desenvolver mercados na América Latina, e atualmente há muito movimento. Progresso para trazer uma solução de jogos unificada está sendo feito, e Garita acrescenta: “Certamente se torna um mercado interessante agora. A barreira é alta para definir as regras do jogo em muitas jurisdições, mas a maioria delas está no caminho certo. O mercado atual em comparação com o que teremos em cinco anos é muito diferente.”

Embora haja desafios que precisam ser vencidos para ter acesso à América Latina, o processo não é difícil. Comparar a América Latina como um todo seria muito complicado, mas há países que possivelmente têm um ambiente de menor escala, como o de alguns países europeus. Aqueles que entram no mercado latino-americano devem trabalhar duro para atingir seus objetivos, especialmente porque, em muitos países, o jogo ainda é visto como tabu.

A região da LatAm continua a avançar, com cada vez mais profissionais de jogos, advogados, firmas de contabilidade, marketing e outros que não estavam lá há alguns anos chegando a bordo. Nos próximos anos, haverá uma expansão ainda maior, à medida que a indústria de jogos de azar da América Latina ganhe uma posição mais forte.

Fonte: TV Global Enterprises