SEG 25 DE MARÇO DE 2019 - 12:46hs.
André Feldman, organizador do torneio

“O Millions South America coloca o Brasil na lista mundial dos grandes eventos de poker”

Entre os dias 15 e 24 de março, o Rio de Janeiro será novamente o epicentro do poker latino americano com a realização do Millions South America, no Belmond Copacabana Palace Hotel. O GMB conversou com André Feldman, organizador do torneio, que falou sobre a preparação do evento, o apoio da prefeitura carioca, a parceria com a Partypoker e as expectativas para que o poker seja incluído na modalidade de apostas esportivas.

Como tem sido esse período de preparação para a competição e quais as expectativas para os dias de torneios?

André Feldman: Como sempre muito trabalho, principalmente nas semanas que antecedem o evento. Nesse ano contamos novamente com um grande apoio por parte dos governos Estadual e municipal do Rio de Janeiro que realmente fizeram um grande trabalho e com uma dedicação e apoio ímpar, o que nos possibilitou ter o Alvará do evento emitido, juntamente com todas as autorizações necessárias para a realização do evento. O apoio da secretária de turismo do Rio de Janeiro, da Riotur e do BPTur, também foi fundamental, pois já estamos com presença confirmada de jogadores de mais de 41 países.

O torneio Millions foi anunciado ao final do WSOP 2018, no mesmo Copacabana Palace, e podemos dizer que ele é uma consequência do sucesso do WSOP. Mas, o que ele vai oferecer de novo no que se refere à disputa e ao crescimento na modalidade no país?

Com certeza podemos afirmar isso, pois somente devido ao sucesso da etapa do WSOP Circuit Brazil 2018, conseguimos convencer nosso patrocinador, a Partypoker, a trazer uma etapa do Circuito Millions para o Brasil, e ainda sendo a abertura do circuito, pois o MAS é o primeiro evento do ano, seguido por Canadá, Rússia, República Tcheca, Inglaterra e com a final no Caribe em Nassau no mês de Novembro. Este torneio tem características únicas, pois as inscrições (buying) são padronizadas e iguais em todos os países do circuito.

No final da ultima semana foi divulgada a grade completa do evento. Dentro dessa programação o que você aponta como o principal destaque?

Os principais destaques ficam para o Main event com premiação garantida de R$ 20 milhões, e para o super High Holler com buy in de R$ 100 mil, o que coloca definitivamente o Brasil na lista internacional dos grandes eventos de poker.

O Millions South America tem uma parceria com a Partypoker? Qual a participação e a importância da empresa para organização do evento?

A importância da Partypoker Live neste evento é muito significativa, pois este evento é uma etapa do circuito mundial da Partypoker e nós como organizadores do evento ficamos muito honrados por ter sido escolhido por eles como a empresa responsável no Brasil para produzir, gerenciar e entregar este grande evento.

O torneio também entrou no calendário oficial de eventos esportivos da cidade do Rio de Janeiro. Qual a importância dessa conquista não só pra esse evento, mas, para todo o trade do poker?

Sempre que um torneio entra para a agenda oficial da secretaria de esportes do Rio de Janeiro, um Estado que sediou uma Olimpíada e uma Copa do Mundo já é um grande orgulho, para nós do setor do poker este reconhecimento ainda trás um simbolismo muito maior.

No final de 2018, foi aprovada a legalização das apostas esportivas. Como o trade do poker recebeu essa notícia e como esperam incluir a modalidade nessa nova atividade? Espera que o poker entre na lista de competições em que se possa apostar, como o futebol, por exemplo?

Olha sendo bem sincero, como na resposta acima, sendo o poker uma atividade esportiva, como as demais citadas na pergunta, não vejo nenhum obstáculo para que isso ocorra.

Fonte: Exclusivo GMB