QUI 22 DE AGOSTO DE 2019 - 10:08hs.
O "Mundial de Poker"

Com um 6º lugar no geral, Brasil brilha no WSOP 2019 em Las Vegas

Após 13 dias do evento, o Brasil encerrou sua participação na edição de número 50 da World Series of Poker (WSOP), considerado o mundial de poker, com grandes resultados. O país conquistou dois braceletes, dois vices, 14 mesas finais e muitas forras, ficando em 6º lugar geral. Também se destacou no recebimento de prêmios em dinheiro, acumulando US$ 3.995.688 em retornos financeiros.

Os dois braceletes conquistados colocaram o Brasil atrás apenas de cinco países no número absoluto de títulos: Estados Unidos (53), a surpresa Israel (6), Reino Unido (4) e Canadá e França (3). A bandeira verde e amarela terminou a série empatada com a Austrália, Coréia do Sul e Rússia. Os prêmios em dinheiro garantiram a 8ª colocação no ranking dessa estatística. Em comparação com o ano anterior, houve um aumento de quase US$ 1 milhão.

Outro número que chama a atenção é a quantidade de ITMs do Brasil em 2019. Foram 382 cashes conquistados pelos brasileiros, um crescimento meteórico contra as 205 premiações de 2018. Ficou em 7º na tabela.

Assim como tem feito no poker online, onde já domina os principais festivais, o Brasil segue em ascensão no torneio de poker mais importante no mundo. A imprensa especializada acredita que o Brasil, em pouco tempo, pode ultrapassar as principais potências mundiais

O grande campeão da competição foi Hossein Ensan, jogador profissional nascido no Irã, mas que vive há 30 anos na Alemanha. Com a conquista, o campeão mundial ganhou o sonhado bracelete que simboliza a conquista e um prêmio de US$ 10 milhões, o equivalente a R$ 38 milhões (o valor é bruto e não conta os descontos com impostos). Um total de 8.569 pessoas participou do torneio mais importante do ano, o segundo maior da história, que tem uma entrada de US$ 10 mil.

Fonte: GMB / Mundo Poker