DOM 31 DE MAIO DE 2020 - 17:39hs.
Excelente iniciativa solidária

BSOP anuncia doação a trabalhadores freelancers que atuariam na etapa de São Paulo

A direção do BSOP (Brazilian Series of Poker) fará uma doação para os trabalhadores freelancers que atuariam no BSOP São Paulo. Mais de 140 pessoas receberão R$ 500 cada, entre dealers, operadores de caixa, produtores, etc. O evento, que seria realizado entre 19 e 25 de março, foi suspenso devido à pandemia do COVID-19. Os funcionários, grande maioria freelancers, que iam trabalhar no torneio, acabaram ficando sem renda.

Este conteúdo é produzido em parceria com o SuperPoker.

Para garantir que ninguém ficasse sem jogo, o BSOP realizou a sua primeira edição online da história, no PokerStars. O evento fez sucesso nos feltros virtuais, premiando mais que o dobro do garantido e tendo os brasileiros como principais vencedores.

A direção do BSOP também fez questão de explicitar que a quantia não demanda nenhuma contrapartida ou obrigações futuras, além de não fazer parte de nenhum pagamento ou adiantamento.

A doação será feita “para tentar aliviar um pouco a situação financeira de diversas famílias que se viram sem renda neste momento”.

Confira a nota na íntegra:

O ano de 2020 começou de forma muito positiva para o nosso mercado. Estávamos iniciando um ano extremamente promissor. Diversos torneios acontecendo com grande presença de público, clubes ao vivo e online crescendo em bom ritmo e diversos jogadores brasileiros despontando nos principais rankings mundiais.
 
Contudo, o mundo foi pego de surpresa pela chegada da pandemia da COVID-19. Nosso mercado, predominantemente composto por eventos, entretenimento, hotelaria, deslocamento aéreo, turismo e clubes de práticas, todos dependentes de grande volume simultâneo de pessoas, foi atingido em cheio. Assim como bares, restaurantes, casas noturnas, shows musicais, teatros, cinemas e diversos outros segmentos que dependem desse mesmo tipo de aglomeração, tivemos que cessar nossas atividades por completo.
 
Mas toda essa ação preventiva por motivos de saúde pública, que tanto afetou as empresas do nosso segmento, também trouxe consequências desastrosas para os trabalhadores do nosso mercado - que é composto em sua maioria por profissionais freelancers, que trabalham ocasionalmente em diferentes torneios e clubes diversos para poder compor suas rendas mensais. E, uma vez que não há mais torneios, os clubes estão fechados e nem sequer home games podem ser realizados, estes profissionais ficaram sem ter renda alguma.
 
Quando foi tomada a decisão de suspender a etapa do BSOP São Paulo (19 a 25 de março) nós tivemos rapidamente que tentar entender o cenário mundial, o que esse quadro pandêmico significaria para a vida das pessoas, o que tais fechamentos e cancelamentos de eventos significariam para as empresas e para os empregados, tentar acompanhar atentamente as determinações dos municípios, estados e nações mundo afora e, por fim, tentar planejar, mesmo com tanta incerteza, e preparar a empresa para os duros meses que viriam pela frente, possivelmente sem eventos por um bom período.
 
A primeira medida que foi tomada atingiu de forma pública os jogadores de poker de todo Brasil. O anúncio do reembolso de passagens aéreas e de hotéis para todos os jogadores que já tinham um vínculo oficial com o nosso evento foi alvo de muitos elogios. Porém, ao mesmo tempo, nós também contatamos todas as pessoas que trabalhariam no BSOP e reembolsamos prontamente todos os custos de viagem dos nossos profissionais (dealers, floors, caixas, produção, etc).
 
Agora, passadas algumas semanas de intenso planejamento, tentativas de projeções, negociações e renegociações com parceiros comerciais, fornecedores e patrocinadores, no momento temos razoável certeza do que teremos que enfrentar nos próximos meses. Assim sendo, nós tomaremos a medida pontual de fazer uma doação financeira para todos os profissionais que trabalhariam no BSOP São Paulo e que acabaram se vendo sem renda.
 
Nós faremos um depósito de R$ 500,00 (quinhentos reais) para cada uma das mais de 140 pessoas que trabalhariam no BSOP São Paulo, profissionais das mais diversas áreas (dealers, floors, caixas, produção, massagistas, entre outros).
 
Este depósito não está condicionado a qualquer contrapartida ou com obrigações futuras por parte dos nossos colaboradores, nem sequer se trata de alguma espécie de adiantamento de pagamento, ou seja, tem única e exclusivamente o propósito e a finalidade de ser uma doação - para tentar aliviar um pouco a situação financeira de diversas famílias que se viram sem renda neste momento.
 
Continuaremos monitorando o desenrolar desta crise e reavaliando o cenário a todo momento, torcendo para que prontamente consigamos (todos nós!) voltar a trabalhar, produzir, gerar empregos e seguir com nossas vidas.

Fonte: GMB / Superpoker