SÁB 4 DE DICIEMBRE DE 2021 - 18:59hs.
R$ 15 milhões garantidos

Maior torneio da América Latina, BSOP Millions será 1º evento de pôquer do mundo com troféus em NFT

O Brazilian Series of Poker (BSOP), nome da série de torneios que representa o campeonato brasileiro de pôquer, será o primeiro evento da modalidade no mundo a distribuir tokens não-fungíveis (NFTs) como troféus da sua etapa de encerramento da temporada, chamada BSOP Millions, que acontecerá a partir de 24 de novembro, em São Paulo.

O BSOP, assim como outros grandes eventos do tipo, reúne milhares de jogadores de todo o mundo em busca de premiações milionárias. Na sua última edição, em 2019, antes da pandemia, o BSOP Millions reuniu 4.142 jogadores em seu torneio principal, registrando o recorde de maior torneio de pôquer da América Latina.

Em 2021, o BSOP Millions vai distribuir pelo menos 15 milhões de reais em premiação - o valor exato depende do número de inscritos em cada disputa, mas este é o valor mínimo, garantido pela organização, que cobre a diferença caso o número de inscritos seja menor que o esperado. Serão 12 dias de evento, com 51 torneios programados. Cada um deles premiará os vencedores com um valor em dinheiro, um troféu "real" e outro digital.

"A tecnologia do blockchain trouxe diversas inovações. Das criptomoedas às formas de certificar transações e registros, as mais diversas aplicações do blockchain proporcionam uma forma descentralizada e segura de se guardar informações. Um dos usos para a tecnologia foi a possibilidade de se criar certificações ou verificações de ativos digitais com uma validação única de veracidade e de propriedade. Esta propriedade do blockchain trouxe o surgimento dos NFTs, sigla em inglês para “token não-fungível” ou, em outras palavras, um ativo digital único e exclusivo", explica a organização do evento, em comunicado.

"Basicamente, um NFT é como criar um item qualquer e este item já 'nascer' com um certificado de autenticidade, sem a necessidade de um cartório, por exemplo, para dizer de quem é ou se o item é verdadeiro. É como se as pinturas de Leonardo da Vinci já tivessem sido criadas com uma forma irrefutável de se provar se são verdadeiras ou cópias".

"O BSOP sempre esteve atento às novidades e tendências do mercado. Acreditamos que os NFTs não são só uma febre e podem mesmo mudar a forma como lidamos com itens únicos e exclusivos, como um troféu de campeão. Por isso, queremos ser os primeiros a trazer nossos campeões para mais perto deste novo e fascinante mundo criado pela tecnologia blockchain", contou Devanir Campos, diretor do BSOP, em conversa com a EXAME.

A distribuição dos NFTs é fruto de parceria do evento com a plataforma norte-americana NFTZ Labs, que desenvolveu os ativos digitais. "A NFTZ busca empreendedores de sucesso para auxiliá-los na inovação junto com os NFTs. O BSOP foi uma destas empresas que sempre estão trabalhando para se desenvolver utilizando as tecnologias disponíveis. Tenho certeza de que esse é um marco em termos de premiações de competições esportivas e muitas novas modalidades irão adotar. Mas temos que parabenizar o BSOP pela coragem e pioneirismo no setor", comentou Heitor Miguel, cofundador da NFTZ Labs.

Para ter acesso ao troféu em NFT, cada um dos ganhadores do BSOP será direcionado para uma página contendo todas as instruções e receberá auxílio para que sua carteira digital seja criada e ele possa receber seu token. O BSOP também já planeja oferecer promoções exclusivas a todos os competidores que tiverem um NFT da série. Além disso, estes ganhadores também terão prioridade em ações envolvendo NFTs da série no futuro.

Fonte: Exame