MIÉ 7 DE DICIEMBRE DE 2022 - 07:34hs.
Paulo Gerber, CEO GamersWallet

“Com o poker consolidado no Brasil agora vamos nos direcionar às apostas esportivas”

Na semana de abertura da nova edição de São Paulo do BSOP, o GMB conversou com exclusividade com Paulo Gerber, CEO da GamersWallet e GamersCard sobre o crescimento da empresa e a evolução do poker no Brasil. No encontro, ele destacou que já consolidado no cenário do principal torneio do Hemisfério Sul, está caminhando a passos largos para atender também aos sites de apostas esportivas.

O empresário Paulo Gerber, CEO do GamersCard e GamersWallet, está muito animado com o crescimento do poker no Brasil e com a grande retomada dos torneios presenciais após um período em que a pandemia afastou o público das mesas presenciais.

Em conversa exclusiva com o GMB durante a etapa de São Paulo do BSOP – Brazilian Series of Poker, Paulo Gerber destacou que a edição cresceu mais de 20% em número de mesas e a organização do principal torneio do Hemisfério Sul terá de procurar um novo espaço para a etapa de 2023.

O CEO afirmou ser uma honra a grande do BSOP ter um torneio com os naming rights da carteira eletrônica da empresa e que isso é fruto do reconhecimento do trabalho realizado ao longo dos últimos três anos. “O ‘Meia Milha GamersWallet’ está sendo uma das grandes sensações nesta edição do BSOP. É um torneio novo e despertou muito interesse na comunidade. É um privilégio ter o nosso nome em um torneio do BSOP, do qual somos parceiros estratégicos e um dos patrocinadores”.

A empresa criou um pacote de benefícios específicos para todos os clientes que fizerem o seu buy-in usando o GamersCard ou a GamersWallet. “Queremos prestigiar os clientes que usarem nosso produto no torneio”, explicou Paulo Gerber.

Consolidada no cenário online e presencial do poker no Brasil, a GamersWallet e o GamersCard agora estão preparando sua entrada para o setor de apostas esportivas. Segundo Paulo Gerber, até o final do ano alguns sites passarão a aceitar a carteira eletrônica de pagamentos e um grande número no início de 2023.

Com quem, ainda é uma surpresa que contaremos para o público do GMB em breve. E são vários. O processo de expansão está acelerado neste segmento. Até o final do ano entram alguns sites e no começo de 2023 muitos outros que vão iniciar as operações conosco. Estamos com as integrações técnicas já finalizadas e planejando o lançamento”, concluiu.

 

 

Games Magazine Brasil - Estamos em mais uma edição do Brazilian Series of Poker, em que a GamersWallet é um dos patrocinadores. Como foi este ano para o poker no Brasil?
Paulo Gerber –
Ano após ano o poker vem batendo recordes, crescendo e quando pensamos que chegou no tamanho do potencial do mercado, vemos que ainda há espaço para crescer mais. O BSOP, por exemplo, já precisa encontrar um novo local para fazer seus eventos. Apesar de estarmos em uma área incrível no WTC, em São Paulo, estamos com todo o espaço ocupado. Em edições anteriores ainda sobrava alguma área não ocupada, mas desta vez não aconteceu o mesmo.

Vocês já conquistaram a visibilidade esperada ao patrocinar o BSOP?
Nós éramos iniciantes e precisávamos contar o que fazíamos, mas hoje chegamos em um patamar de reconhecimento graças à nossa atuação no mercado. Nossa evolução de branding e de reconhecimento de marca teve uma participação muito grande do BSOP, pelo que somos extremamente gratos. Comemoramos sempre esta parceria, muito profícua.

O que exatamente vocês podem oferecer ao jogador de poker?
Somos o bank roll do cliente. Ele consegue fazer toda a gestão daquilo que ele aloca de suas reservas, seja para recreação ou para atuar de forma profissional usando nossa conta para isso. E temos um processo de expansão em curso que em breve serão divulgadas no GMB, que envolve novos sites em integração. Isso facilita muito a jornada do jogador, pois ele consegue escolher os torneios. Há muitos, que vão acontecendo paralelamente ou se revezando e com nossa proximidade com o cliente oferecemos todo o suporte e informações para que ele fique antenado sobre tudo o que acontece neste fascinante mundo online e também no cenário presencial, já que estamos no BSOP e expandindo para outras oportunidades presenciais que já estão mapeadas e com negociações em fase final.

O BSOP ainda não terminou, já que teremos uma etapa no início do ano que deveria ter acontecido em 2022. Mas podemos considerar um bom ano e de crescimento do poker?
Sim. Foi excelente. E este evento mostra isso. Estamos com 20% a mais no número de mesas, mas a expectativa é de que até o final do torneio esse número também se reflita no número de inscritos.

Do ponto de vista estratégico, patrocinar o BSOP foi uma grande oportunidade para se aproximar ainda mais deste público?
Foi uma grande oportunidade. Existem outras formas de chegar no cliente, mas atingir o público principal do poker, os clientes mais assíduos, é inegavelmente uma grande oportunidade. Neste mundo, vale muito o boca a boca. Cada amigo conta para outro as nossas soluções. E nesta edição em especial, estamos fazendo o “Meia Milha GamersWallet”, que está sendo uma das grandes sensações nesta edição do BSOP. É um torneio novo e assinamos os naming rights, que tem despertado muito interesse na comunidade. É um privilégio ter o nosso nome em um torneio do BSOP. Criamos um pacote de benefícios específicos para todos os clientes que fizerem o seu buy-in usando o GamersCard ou a GamersWallet. Queremos prestigiar nossos clientes que usarem nosso produto no torneio. Um dos principais diferenciais é que nossos clientes podem usar o saldo nos sites de jogos e particularmente no PokerStars, parceiro do BSOP, para transformar em reais e pagar o buy-in, de forma muito fácil.

Tanto o GamersCard quanto a GamersWallet já estão perfeitamente consolidados no mercado de poker?
Sim. Eu senti na pele, pois lembro de acompanhar nossa equipe antes da pandemia e precisávamos contar para todos o que fazíamos e quem éramos. Hoje, isso mudou e todos sabem quem somos e o que oferecemos. Não apenas pelo BSOP, mas também pelas ações de marketing que realizamos. Mas é inegável que o BSOP foi um grande parceiro nesta jornada e uma alavanca para nosso posicionamento de marca.

Ao mesmo tempo chegou o PIX, que poderia ser o bicho-papão para empresas de métodos de pagamento. Hoje é uma ferramenta a mais do GamersCard e da GamersWallet!
Exatamente. O PIX facilita muito a vida do jogador. Ele resolveu questões importantes, como o custo das transferências, assim como velocidade nas transações de cash in e cash out. Estamos fazendo tudo o que podemos para servir bem aos nossos parceiros, inclusive com o processamento do PIX. Acreditamos que para o cliente que tem mais hábito de jogo vale muito a pena usar nosso produto, já que é tão simples quanto o PIX e conseguimos fazer toda a operação no mesmo tempo que o PIX, desde que ele tenha cadastro conosco. Com a vantagem de ter a possiblidade de transferir valores de um torneio ou site de poker para outro por nosso intermédio. Temos de aproveitar tudo o que surge no mercado para agregar funcionalidades aos nossos produtos para oferecer uma experiência única para os clientes.

Já consolidado no mundo do poker, o que vem pela frente na GamersWallet e GamersCard na área de apostas esportivas?
O poker e a aposta esportiva conversam muito bem. Nosso cliente do poker com certeza é um apostador por natureza. Temos vários processos de integração em andamento para colocar nossos serviços aos sites de apostas. O jogador poderá usar o mesmo instrumento para jogar poker ou fazer apostas esportivas. Será um grande sucesso. O Brasil é a bola da vez e todos os operadores globais estão vendo o país desta maneira. E vamos surfar nessa onda junto com esses sites.

É o momento certo para vocês entrarem nesse mercado?
Sem dúvida, é perfeito. Teremos muita expansão pela frente. Temos uma base de clientes de poker imensa e que têm um perfil com total match com o perfil de um apostador nos mais variados esportes que o setor oferece, inclusive os eSports.

Onde e quando veremos o nome GamersWallet ou GamersCard nos sites de apostas esportivas?
Com quem, ainda é uma surpresa que contaremos para o público do GMB em breve. E são vários. O processo de expansão está acelerado neste segmento. Até o final do ano entram alguns sites e no começo de 2023 muitos outros que vão iniciar as operações conosco. Estamos com as integrações técnicas já finalizadas e planejando o lançamento.

Tecnicamente as integrações são suaves?
São, pois as API’s são muito simples de integrar. O desafio é conseguir janela nas áreas de tecnologia para uma nova demanda, pois as prioridades são muitas. A integração propriamente dita é fácil e vem andando muito bem em todos os sites com quem estamos trabalhando.

E vocês chegam aos sites de apostas um produto a mais, que é a base de clientes do GamersCard e da GamersWallet!
Sim. Trago para esses parceiros uma base de clientes pronta, madura e heavy user, com grande aderência a esse perfil de negócio. Com certeza vamos agregar volume, valor e facilidades para os dois lados, os clientes consumidores finais e os sites parceiros.

Fonte: Exclusivo GMB