JUE 29 DE OCTUBRE DE 2020 - 12:58hs.
Rio de Janeiro

Movimento Geral de Apostas no Hipódromo da Gávea se estabiliza em R$ 700 mil

Cada vez mais ambientados a apostar pela internet, Tele Turfe e, por telefone, nas lojas, os turfistas cariocas proporcionaram esta semana um Movimento Geral de Apostas (MGA) de R$ 730.983,55, no domingo, e de R$ 701.193,41, na segunda–feira, as duas reuniões de nove páreos. Em breve, haverá o retorno da arrecadação com os aluguéis dos bares e restaurantes, localizados dentro das dependências do hipódromo.

Apesar das dificuldades financeiras, por não ter a participação presencial dos turfistas no Hipódromo da Gávea, de portões fechados devido à pandemia, e os agentes credenciados, com apostas liberadas só por telefone, o Jockey Club Brasileiro continua a viver fase crescente no Movimento Geral de Apostas (MGA).

Cada vez mais ambientados a apostar pela internet, Tele Turfe e, por telefone, nas lojas, os turfistas cariocas proporcionaram esta semana um MGA de R$ 730.983,55, no domingo, e de R$ 701.193,41, na segunda–feira, as duas reuniões de nove páreos.

Em breve, haverá o retorno da arrecadação com os aluguéis dos bares e restaurantes, localizados dentro das dependências do hipódromo, e, também a receita dos sócios inadimplentes, em torno de 60%, em dívida com a taxa de manutenção.

Talvez seja possível, então, aumentar o número de reuniões semanais, para desafogar os proprietários, que pagam trato caro, e tiveram a receita dos prêmios diminuídas, em 40%.

Os profissionais de turfe, apesar da ajuda recebida do JCB, na prática vivem das comissões dos páreos. Ou seja, com duas corridas semanais a menos, enfrentam enormes dificuldades nas despesas do dia a dia de suas famílias.

Fonte: GMB / Paulo Gama – Raia Leve