MAR 25 DE ENERO DE 2022 - 02:12hs.
Acordos publicitários e patrocínios

Grandes empresas cada vez mais atuantes na cena de eSports

Os se tornaram essenciais para o desenvolvimento do esporte de alto nível nas últimas décadas. Esse mesmo movimento, com a participação de grandes empresas encabeçadas em projetos de desenvolvimento esportivo, também está acontecendo em outro segmento competitivo: nos eSports.

Nos últimos anos, os esportes eletrônicos passaram de um interesse de nicho para um negócio que alcança um enorme público em todo o mundo. De acordo com a Statista, consultoria alemã especializada em dados de mercado e consumidores, sua audiência global alcançou a inédita marca de 474 milhões de pessoas em 2021.

 

 

Contudo, antes mesmo desse “boom” dos esportes eletrônicos, empresas gigantes de áreas distintas já viam todo o seu potencial, como é o caso do trio Red Bull, Betway e Intel. Hoje, com a modalidade profissionalizada, elas seguem mais atuantes do que nunca no setor e de diversas formas.


Red Bull

Muito presente no esporte de alto desempenho, a marca de energéticos Red Bull é uma das principais incentivadoras do mercado de eSports. A história da Red Bull com os esportes eletrônicos teve o seu pontapé inicial dado em 2006, quando a empresa assinou uma parceria com David Walsh, maior jogador do game Halo em todos os tempos.

Desde então, a companhia passou a estar engajada em diversas frentes da modalidade e já protagonizou centenas de eventos, como o Red Bull SoloQ (considerado o torneio global mais importante de LoL x1 para amadores), Red Bull Kumite (torneio mundial de Street Fighter), Red Bull M.E.O (competição para a plataforma mobile) e Red Bull Flick (evento de CS:GO). No total, a Red Bull está presente em mais de 20 jogos variados.

Uma das parcerias mais conhecidas da marca é com a FURIA, importante time brasileiro do game CS:GO. Para quem não sabe, a FURIA recebeu o título de Melhor Organização Esportiva de 2020 no renomado Prêmio eSports Brasil — o Oscar dos esportes eletrônicos no país.


Betway

A plataforma digital Betway, uma das principais referências em bets em CS:GO no mundo, também se destaca no segmento por ser uma grande apoiadora da modalidade. Atualmente, a empresa é patrocinadora oficial de renomadas equipes, na cena brasileira e internacional:

*NiP (Ninjas in Pyjamas) - Suécia;

*Paris Saint-Germain eSports - França;

*MIBR (Made In Brazil) - Brasil;

*Invictus Gaming - China;

*BIG (Berlin International Gaming) - Alemanha;

*FURIA ESPORTS - Brasil.

Com investimentos em locais estratégicos, a forte presença da Betway no mercado de eSports global é mais um sinal relevante da grande proporção que esse setor tomou em todo o mundo.

Além disso, vale destacar que nenhuma casa de apostas operante no Brasil é tão engajada com a modalidade quanto a Betway. Visto que ter duas das principais equipes do país como parceiras oficiais, MIBR e FURIA, é uma carta na manga e tanto para continuar expandindo a sua marca junto ao vasto público brasileiro na categoria.

De acordo com o estudo Global Esports Market Report, da empesa especializada Newzoo, nos últimos cinco anos o Brasil está entre os países com mais espectadores da modalidade no mundo. Nesse período, o engajamento dos brasileiros só fica atrás de duas potências gigantes na cena: China e Estados Unidos.


Intel

Uma das maiores empresas de tecnologia e computação do mundo, a Intel dispensa grandes apresentações. A companhia investe em esportes eletrônicos desde o início dos anos 2000, quando passou a doar PCs para programas de incentivo aos games.

Na última década, ela patrocinou alguns dos maiores torneios de CSGO, como por exemplo a série Intel Extreme Masters, uma das principais competições de 2021, segundo o Gamescard.

Já no ano passado, a Intel estendeu o seu contrato com a ESL Gaming — maior empresa de eSports a nível mundial. Juntas, elas já levaram a modalidade com eventos ao vivo para praticamente todos os cantos do mundo ao longo de 15 anos: América do Norte, América do Sul, Europa, Oriente Médio, Ásia e Oceania.

Além disso, a Riot Games também tem a Intel como uma de suas principais parceiras para muitas competições globais e regionais. Sendo assim, não é exagero algum descrever a Intel como a empresa de tecnologia que mais apoia os esportes eletrônicos no mundo.
 

Mercado global de eSports pode alcançar a marca de US$ 2 bilhões em 2022

 

 

De acordo com um recente relatório divulgado pela Insider Intelligence, empresa de pesquisa de mercado baseada em tendências relacionadas ao marketing digital, mídia e comércio, é provável que a indústria de esportes eletrônicos gere a quantia de US$ 2 bilhões neste ano — o que seria um número recorde para o setor.

Ainda segundo a publicação, dispositivos móveis como smartphones e tablets representam o futuro dos eSports, já que eles são mais populares que as plataformas tradicionais de console e PC. Atualmente, o segmento de dispositivos móveis representa 57% do mercado global de jogos.