LUN 6 DE ABRIL DE 2020 - 12:37hs.
“Iniciar as apostas esportivas em 2020 é um marco histórico para o jogo no Brasil”
Sergio Jardim, Diretor Geral da Clarion Events Brasil
“Iniciar as apostas esportivas em 2020 é um marco histórico para o jogo no Brasil”

19/12/2019 | A Clarion encerrou o ano de encontros de jogos com o OGS Brazil 2019 e o SPAC, na última semana, em São Paulo. Após o evento, o GMB conversou com Sergio Jardim, Diretor Geral da empresa, que avaliou o congresso em relação ao conteúdo e o networking promovidos, falou sobre a importância do mercado de afiliados, as expectativas para o início das operações das apostas esportivas e opinou que os cassinos podem os próximos legalizados.

OGS 2019: Uma feira que cumpriu com bons negócios
Opinião - Carlos Cardama, CEO do Games Magazine Brasil
OGS 2019: Uma feira que cumpriu com bons negócios

12/12/2019 | Carlos Cardama, CEO da Games Magazine Brasil, faz um balance do Online Gaming Summit (OGS), que se aconteceu esta semana, junto ao São Paulo Affiliate Congress, no Allianz Parque. Com ampla experiência e participação neste tipo de encontros, Cardama assegura que ‘’foi um evento de muitos e produtivos negócios para os participantes e coroou com êxito a dedicação da Clarion Gaming no mercado brasileiro de jogos”.

Clarion anuncia para 2020 a primeira edição da feira “Gaming Latin America Brazil”
Vai unificar os eventos BgC e OGS
Clarion anuncia para 2020 a primeira edição da feira “Gaming Latin America Brazil”

10/12/2019 | Clarion Events resolveu fundir o Brasilian Gaming Congress (BgC) com o Online Gaming Summit (OGS) e, pela primeira vez, em 2020, o Brasil terá uma grande feira para a indústria do Jogo. O evento se realizará nos dias 19 e 20 de outubro no São Paulo Expo Center Norte, em paralelo ao iGB Affiliate SP, que terá as mesmas datas e sede. Se a lei do cassino for aprovada, as empresas terão até espaço para exibir suas máquinas nos stands.

“A regulamentação do jogo tem de ser esclarecedora e sustentável para o segmento”
OGS 2019 - Painel "Melhores práticas internacionais de regulação"
“A regulamentação do jogo tem de ser esclarecedora e sustentável para o segmento”

10/12/2019 | Para discutir as melhores práticas internacionais para regulação do jogo, a OGS realizou um painel sobre o tema moderado pelo Igor “Federal” Trafane, presidente da CBTH, que contou com a participação de Mazia Turrini, vice-presidente sênior da BMM Testlabs, Herve Schlosser, CEO da Sportnco, Rui Magalhães, CEO do Estoril Sol Digital e Pierre Tournier, diretor internacional da BGC - Betting and Gaming Council.

“Setor de jogos deve buscar transparência em sua comunicação para ter credibilidade”
OGS 2019 – Painel sobre Publicidade & Mídias
“Setor de jogos deve buscar transparência em sua comunicação para ter credibilidade”

10/12/2019 | No segundo dia da OGS Brazil 2019, Carlos Cardama, CEO da Games Magazine Brasil, participou do painel sobre publicidade & comunicação do Jogo no pais junto a Paulo Saad, VP do Grupo Bandeirantes, Juliana Albuquerque, diretora jurídica do Conar, Witoldo Hendrich Jr., conselheiro da Associação Brasileira de Propaganda, e Rodrigo “Loco” Alves, editor do Aposta F.C e presidente da Associação Brasileira de Apostas Esportivas.

“Os principais torneios de futebol do Brasil já estão no ranking das apostas esportivas”
OGS 2019 – Painel “Receitas, Integridade e Muito Mais”
“Os principais torneios de futebol do Brasil já estão no ranking das apostas esportivas”

10/12/2019 | As receitas no mercado de apostas esportivas e a integridade no esporte foram os temas de abertura do segundo dia da OGS, que contou com a participação de Ricardo Magri, Diretor de Desenvolvimento de Negócios para a América Latina da Sportradar, Álvaro Cotta, diretor de Marketing da Liga Nacional de Basquete, e Daniel Cossi, presidente da Confederação Brasileira de Esportes Eletrônicos.

Jornal da Band dedica espaço à cobertura do OGS Brazil 2019
Presença da imprensa nacional no evento
Jornal da Band dedica espaço à cobertura do OGS Brazil 2019

10/12/2019 | A legalização das apostas esportivas é um tema que cada dia desperta mais interesse na sociedade e uma demonstração disso é a cobertura que uma uma grande emissora, como a Rede Bandeirantes, fez sobre OGS 2019. A matéria oferecida pela Band News TV, ontem à noite, teve entrevistas no próprio evento com jornalista presente no local. Por falta de regulamentação, o governo deixa de arrecadar impostos sobre 20 bilhões de reais por ano em jogos que não são tributados, segundo a reportagem. Veja aqui o vídeo.

“No Brasil, há carência de regulamentação para garantir altas cifras em impostos”
OGS 2019 - Operações do jogo online & terrestre
“No Brasil, há carência de regulamentação para garantir altas cifras em impostos”

9/12/2019 | Mauro De Fabritiis, fundador da MDF Partners, apresentou aos participantes sua experiência em três segmentos importantes: jogo online, físico e pôquer. Ele mostrou exemplos da Dinamarca, Itália e França, onde os primeiros jogos foram regulados para operações físicas. “Antes de 2000, até aproximadamente 2005, foi a experiência com operações físicas, passando ao jogo de pôquer e cassinos. Agora, na última fase de um processo, que estamos vivendo neste momento, é a regulação e consolidação do jogo online”.

“No setor de jogos regulamentado não há condições de lavagem de dinheiro”
OGS 2019 – Palestra da Ilana Klein, diretora sênior da Playtech
“No setor de jogos regulamentado não há condições de lavagem de dinheiro”

9/12/2019 | Ilana Klein, diretora sênior da Playtech para a América Latina, abordou, em sua palestra no OGS Brazil 2019, os mecanismos de controle do jogo e de prevenção à lavagem de dinheiro. “A nossa empresa cobre uma vasta gama de produtos, com mais de 5.800 colaboradores, presente em 17 países e 150 licenças e experiências distintas com reguladores diferentes, o que nos garante uma grande expertise no tema proposto”, explicou Klein.

“Se o governo não exige que o operador cuide do jogador, isso acaba virando contra ele”
OGS 2019 - Tecnologias em prol do jogo responsável e a proteção do apostador
“Se o governo não exige que o operador cuide do jogador, isso acaba virando contra ele”

9/12/2019 | Com o objetivo de falar sobre as tecnologias à disposição do jogo responsável e a proteção ao jogador, Karen Sierra-Hughes, diretora de Relações Governamentais e Novos Negócios para a America Latina e Caribe da GLI, e Fabio Tibéria, consultor internacional de jogos, trouxeram suas experiências sobre o tema no painel da OGS Brazil 2019. “O jogo responsável deve ser uma marca registrada do setor para que seja visto como uma atividade lúdica e de entretenimento”, explicaram.

VER MÁS